sexta-feira, março 30, 2007

7 Maravilhas de Portugal - Palácio Nacional da Pena


O Palácio Nacional da Pena constitui uma das expressões máximas do Romantismo aplicado ao património edificado no séc. XIX em Portugal. Este extraordinário Monumento Nacional deve-se inteiramente à iniciativa de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a Rainha D. Maria II, em 1836. Dotado de uma educação muito completa, o futuro D. Fernando II enamorou-se rapidamente de Sintra e, ao subir a Serra pela primeira vez, avistou as ruínas do antigo convento de frades hieronimitas, originalmente construído no reinado de D. João II e substancialmente transformado com D. Manuel I que, ao cumprir uma promessa, o mandou reconstruir em pedra, em louvor de Nossa Senhora da Pena, doando-o novamente à ordem dos monges de S. Jerónimo. Com o Terramoto de 1755, que devastou Lisboa e toda a região circundante, o convento da Pena caiu em ruína. Apenas a Capela, na zona do altar-mor, com o magnífico retábulo em mármore e alabastro atribuído a Nicolau de Chanterenne, permaneceu intacto. Foram estas ruínas, no topo escarpado da Serra de Sintra, que maravilharam o jovem príncipe D. Fernando.
Mais: AQUI

Video: Palácio Nacional da Pena

quarta-feira, março 28, 2007

Lula gigante - Colossal Squid


Lula gigante capturada na Antártida bate recorde de peso

Uma lula gigante capturada em águas da Antártida em Fevereiro passado pesava 495 quilos, 150 a mais que o espécime descoberto em 2003 e que era considerado o maior do mundo, informou hoje o site do jornal australiano The Age.

Mais AQUI (Diário Digital)

February 22, 2007—In Antarctica's Ross Sea, a fishing boat has caught what is likely the world's biggest known colossal squid (yes, that's the species' name), New Zealand officials announced today.

Heavier than even giant squid, colossal squid (Mesonychoteuthis hamiltoni) have eyes as wide as dinner plates and sharp hooks on some of their suckers. The new specimen weighs in at an estimated 990 pounds (450 kilograms).

more HERE (National Geographic News)

domingo, março 25, 2007

sábado, março 24, 2007

new7wonders - Statues of Easter Island, Chile - Estátuas da Ilha de Páscoa (séc. X - XVI) Ilha de Páscoa

Discovered on Easter Sunday, 1722 by Dutch explorer Jakob Roggeveen, this collection of 25 meter-high stone sculptures still puzzles historians and archaeologists as to its origins. It is believed that a society of Polynesian origin settled here in the 4th century and established a unique tradition of monumental sculpture. Between the 10th and 16th centuries, they erected the enormous stone figures, known as the Moai, which have long fascinated the entire world and endowed this island with a mythical atmosphere. more

Descoberta num domingo de Páscoa pelo explorador holandês Jakob Roggeveen, este conjunto de esculturas de pedra com 25 metros de altura continua a intrigar historiadores e arqueólogos quanto à sua origem. Segundo se crê, uma comunidade de origem polinésia ter-se-á estabelecido aqui durante o século IV, dando início à invulgar tradição da escultura de grandes dimensões. Estas enormes figuras de pedra, conhecidas pelo nome de Moai, teriam sido erigidas entre os séculos X e XVI e desde então não param de fascinar o mundo inteiro dotando a ilha de uma atmosfera mítica.

Video: Estátuas da Ilha de Páscoa - Statues of Easter Island

new7wonders-machu-picchu-peru: HERE

quarta-feira, março 21, 2007

Smilies Casaca

Primavera - Spring - Printemps




QUADRAS POPULARES

Tome lá, minha menina,
O ramalhete que fiz.
Cada flor é pequenina,
Mas tudo junto é feliz.

Teu vestido, porque é teu,
Não é de cetim nem chita.
É de sermos tu e eu
e de tu seres bonita.

Andorinha que vais alta,
Porque não me vens trazer
Qualquer coisa que me falta
E que te não sei dizer?

Água que passa e canta
É água que faz dormir...
Sonhar é coisa que encanta,
Pensar é já não sentir.

Fernando Pessoa



Spring Poetry

For winter's rains and ruins are over,
And all the season of snows and sins;
The days dividing lover and lover,
The light that loses, the night that wins;
And time remembered is grief forgotten,
And frosts are slain and flowers begotten,
And in green underwood and cover
Blossom by blossom the spring begins.

Algernon Charles Swinburne



Printemps

Les petits poings
Des bourgeons bruns
Dans la lumière
Ouvrent leurs doigts
Vert, vert, vert, vert...

Au bout des branches
Les marronniers fleuris
Allument leurs bougies
Roses et blanches.

Les fleurs candides
Des cerisiers
Les aubépines
Dans les prés
Font une ronde folle et blanche
Blanche, blanche, blanche, blanche

Raymond Richard

sábado, março 17, 2007

She's My Man - Scissor Sisters - Kuroko 黒子

Kuroko (黒子) are stagehands in traditional Japanese theatre, who dress all in black. Kurogo and kurombo are alternative pronunciations of the same term, all three referring either to the stagehands themselves or to their black costumes.

In kabuki, the kuroko serve many of the same purposes as running crew. They move scenery and props on stage, aiding in scene changes and costume changes. They will also often play the role of animals, will-o-the-wisps, or other roles which are played not by an actor in full costume, but by holding a prop. Kuroko wear all black, head to toe, in order to imply that they are invisible and not part of the action onstage.

The convention of wearing black to imply that the wearer is invisible on stage is a central element in bunraku puppet theatre as well. Kuroko will wear white or blue in order to blend in with the background in a scene set, for example, in a snowstorm, or at sea, in which case they are refered to as "Yukiko" (雪子, snow) or "Namiko" (波子, waves) respectively. As this convention was extended to kabuki actors depicting stealthy ninja, it has been postulated that the stereotypical image of a ninja dressed all in black derived from kabuki[1]. Real ninja, living prior to the advent of kabuki, would likely have almost never dressed in this way.

7 Maravilhas de Portugal - Mosteiro da Batalha


Outras Designações: Mosteiro de Nossa Senhora da Vitória ou Mosteiro de Santa Maria da Vitória

O Mosteiro da Batalha é o mais importante símbolo da Dinastia de Avis. Construído por iniciativa de D. João I, na sequência de um voto à Virgem, caso vencesse a Batalha de Aljubarrota. Ao longo do século XV, praticamente todos os monarcas aqui deixaram a sua marca.

O arranque das obras deu-se em 1388 e foi conduzido por Afonso Domingues. A ele se atribui o plano geral da construção e o grande avanço dos trabalhos na igreja e no claustro. A magnífica igreja de três naves e transepto saliente por si delineada, com cabeceira de cinco capelas, sendo a central de duplo tramo e terminação poligonal, terá sido o ponto alto da sua carreira. Com efeito, a partir de 1402, a chefia do estaleiro foi entregue a Huguet, arquitecto de provável origem catalã que inaugurou entre nós o tardo-gótico. Documentado à frente do projecto até 1438, a ele se deve o abobadamento dos espaços da igreja e da Sala do Capítulo (onde experimentou, pela primeira vez, uma abóbada estrelada), a construção da Capela do Fundador, o início das obras das Capelas Imperfeitas, bem como a conclusão da fachada principal, onde sobressai o portal axial. Este é delimitado por um arco canopial que integra os escudos de D. João I e de D. Filipa. No tímpano, exibe-se Cristo em Majestade ladeado pelos Evangelistas, e as arquivoltas são repletas de figurações que continuam pelas estátuas-colunas, ao abrigo de um complexo programa iconográfico.

Contudo, a mais emblemática obra de Huguet é a Capela do Fundador. Ela foi concebida para panteão régio. É um compartimento quadrangular que se adossa aos três tramos ocidentais da fachada lateral Sul e integra, ao centro, um esquema octogonal de suportes onde descarrega a abóbada estrelada. No circuito interior desta capela, colocou-se o túmulo duplo de D. João I e de D. Filipa, realização sem antecedentes no nosso país. Na capela repousam também os filhos do casal régio (como D. Henrique e o regente D. Pedro), de acordo com a decisão testamentária de D. João I em fazer deste espaço um efectivo panteão.

Em 1436, D. Duarte decidiu edificar uma capela funerária para si próprio. O projecto concebido por Huguet privilegiava uma planta circular que não viria a ser concluída por morte do mestre. Desta forma a construção cessou até ao reinado de D. Manuel e, mesmo nessa altura, não foi concluída. Razão de esta parcela ser conhecida como as Capelas Imperfeitas.

No reinado de D. Afonso V edificou-se o segundo claustro do mosteiro. Ele resulta da intervenção do arquitecto Fernão de Évora e, estilisticamente, é uma obra que contraria o tardo-gótico de raiz flamejante, tendo-se optado deliberadamente pela austeridade arquitectónica, que rejeita até a inclusão de capitéis a marcar o arranque dos arcos.

Só no século XIX o Mosteiro voltou a ser intervencionado, desta vez com o objectivo de restaurar o conjunto. Campanha que se prolongou por meio século e que é um capítulo fundamental da nossa História do Restauro monumental.

Fonte: IPPAR

Video:

terça-feira, março 13, 2007

Fish 'n Flush Toilet-Tank Aquarium - Autoclismo-Aquário

Fish 'n Flush is a patented, two-piece aquarium toilet tank, designed by AquaOne Technologies, Inc., an innovator of water-management systems.

Fish 'n Flush fits most two-piece toilets and turns the bathroom into the center of attention with its unique design of an aquarium that wraps itself around a clear inner tank.

How it works:

Both fresh water and salt water can be added to our 2.2-gallon aquariums, but live coral should not be used. Fish 'n Flush provides a dual-filter system, making it safe for children. It also provides two nine-inch plastic plants, a fill valve, and a complete flushing system. All you need are water, fish and food.

These acrylic tanks are fully functional, impact resistant and stronger than china. They are completely separate from the toilet tank and are designed to fit directly against the companion tank reservoir.

(Click over the image for more)


segunda-feira, março 12, 2007

new7wonders - Machu Picchu, Peru

In the 15th century, the Incan Emperor Pachacútec built a city in the clouds on the mountain known as Machu Picchu ("old mountain"). This extraordinary settlement lies halfway up the Andes Plateau, deep in the Amazon jungle and above the Urubamba River. It was probably abandoned by the Incas because of a smallpox outbreak and, after the Spanish defeated the Incan Empire, the city remained 'lost' for over three centuries. It was rediscovered by Hiram Bingham in 1911. more

No século XV, o imperador inca Pachacutec edificou uma cidade nas nuvens, na montanha conhecida como Machu Picchu (“velha montanha”). Este extraordinário povoado está localizado no Planalto dos Andes, nas profundezas da floresta amazônica e acima do rio Urubamba. Abandonada pelos incas devido a um surto de varíola e após a derrota do Império Inca pelos espanhóis, a cidade foi considerada “perdida” durante mais de três séculos. Foi redescoberta por Hiram Bingham em 1911.

Video: Machu Picchu, Peru

domingo, março 11, 2007

John Locke (Lost)

Terry O'Quinn as Locke


Time lapse speed painting in Photoshop. 3 hours of work, 5 minutes to watch it.

sábado, março 03, 2007

"Milagre"

Clique na imagem (SIC)
Indonésio que perdeu três filhas no Tsunami é agora pai de trigémeas.

O indonésio Darmi Ali perdeu a mulher e as três filhas no Tsunami. Foi o único sobrevivente da família. Casou-se de novo. E mais de dois anos depois da tragédia voltou a ser pai.

A mulher de Darmi teve trigémios. São três meninas. Darmi Ali acredita que Deus lhe devolveu as filhas.
Google